banner slider

Biografia - Paulo Leivas Macalão

Paulo L. Macalão
Assim descreve a Bíblia do Centenário (Bíblia do Centenário - História do Centenário p.85 - Editora Betel): "Num belo dia de 1924, um jovem chamado Paulo Leivas Macalão, ao andar pelas ruas de São Cristovão em grande luta interior (pois ainda não encontrara as respostas que esperava alcançar para sua vida, nem conhecia a verdade divina), se abaixou para apanhar no chão um folheto evangélico amassado. Ao apanhar aquele folheto, o jovem não sabia que sua vida estava prestes a mudar para sempre como resultado da leitura do texto - uma mensagem genuinamente bíblica e arrebatadora. No verso daquele folheto havia um endereço e um convite para o comparecimento aos cultos na Rua São Luis Gonzaga nº 12, à igreja do Orfanato. Paulo Macalão visitou aquela igreja e lá conheceu vários crentes, dentre eles a irmã Florinda Brito (sua futura sogra, o que ele ainda não sabia), que o convidou a frequentar os trabalhos de oração que acontecia naquela igreja".

Paulo Macalão aceitou o convite, tornando-se um assíduo frequentador dos cultos onde foi aprendendo gradativamente os mandamentos de Deus e vivenciando o infinito amor divino para sua vida. No dia 5 de abril de 1924, rendeu-se totalmente a Jesus, entregando a Ele a sua vida após ouvir o hino: "Vem meu Libertador".

Gunnar Vingren
Na manhã de domingo do dia 24 de junho de 1924, Gunnar Vingren realizou na praia do Caju, o primeiro batismo em águas. Foi um evento inédito e extraordinário, que atraiu uma multidão. Entre os candidatos ao batismo naquela manhã, estava Paulo Leivas Macalão que, cinco meses depois, em 3 de novembro de 1924, receberia o batismo no Espírito Santo. "Paulo Macalão foi um dos instrumentos do Senhor para que a graça divina fluísse ao encontro dos desesperados, levantasse os caídos e sustentasse os fracos. Ele havia deixado de lado a carreira militar para se dedicar a pregação do Evangelho". "Tornou-se o mais fiel colaborador do Missionário Gunnar Vingren demonstrando, inclusive, vocação para dirigir cultos e pregar a Palavra. E, com seu incentivo, realizou o primeiro culto a céu aberto na Praça da República, no campo e Santana".

Lewis Pethrus
O trabalho cresceu, adquiriu corpo e, obviamente, exigiu medidas ministeriais mais sérias. Por isso, se realizou a primeira Convenção Estadual em 1915. Além das discussões visando resolver os problemas, houve sessenta decisões por Cristo. Quando Lewis Pethrus, atendendo o convite de Gunnar Vingren, veio da Suécia para o Brasil para participar da primeira Conveção Geral em Natal, RN, em 1930, visitou a Igreja no Rio de Janeiro e pregou ali a Palavra de Deus aos cariocas. Em 17 de agosto daquele ano o missionário Gunnar Vingren, então pastor da Assembleia de Deus no Rio de Janeiro, aproveitando a vista de Lewis Pethrus consagrou Paulo Leivas Macalão ao santo ministério pastoral.

Transcorria-se o ano de 1926 e o jovem Paulo Macalão com o seu incansável labor e paixão pelas almas, saiu em direção a Bangu, acompanhado de alguns crentes da recém-fundada igreja, semeando a precisa semente, chegando aos subúrbios do Rio de Janeiro. Eles evangelizaram ardorosamente muitas pessoas nas estações férreas Realengo, Bangu, Campo Grande, Santa Cruz e Marechal Hermes.

Assim durante muitos anos esse incansável homem de Deus realizou trabalhos diversificados no Rio de Janeiro, em todo o Estado, estendendo-se para outros Estados plantando igrejas e cumprindo o ide de Jesus. Umas das características marcante desse Servo do Senhor foi sua capacidade de fazer discípulos. Deixou um batalhão de soldados fiéis que se tornaram desbravadores por toda a nação brasileira, extrapolando as fronteiras gerando trabalhos em muitos países. Assim Deus formou o Ministério de Madureira, cuja função precípua é dar continuidade na plantação de Deus.

O trabalho de Paulo Leivas Macalão foi um marco decisivo na História das Assembleias de Deus no Brasil. Construiu o primeiro templo da Assembleia de Deus no Rio de Janeiro no Bairro de Bangu. Posteriormente construiu um templo gigantesco para sua época em Madureira, onde centralizou os trabalhos. Ao contemplar o tamanho do templo e suas dependências para época em que foi construído, percebe-se a ampla visão deste abnegado homem de Deus. Sua desenvoltura para o ministério da música além de sua capacidade administrativa e evangelística evidencia-se admiravelmente. É prudente salientar que durante muitos anos ouvimos uma cobrança quanto à teologia Assembleiana, mas tais críticos não tiveram o cuidado de observar nossa hinologia, que traz em suas letras o conteúdo de todo nosso pensamento doutrinário. Assim sendo, a Harpa Cristã contém o cerne da teologia Assembleiana, e Paulo Leivas Macalão se destacou nesse qusito fundamental. O Diário do Pioneiro descreve o empenho de Paulo Leivas Macalão da seguinte maneira:
Paulo L. Macalão
"Um irmão que desde o princípio teve um papel muito importante no trabalho foi Paulo Leivas Macalão. Ele é filho de um general  e havia começado a estudar para seguir carreira militar. Mas então Deus o salvou e ele se alistou no exército celestial, para servir ao Rei dos reis e ao Senhor dos senhores. Ele se tornou o primeiro e mais fiel colaborador de Vingren,. Em todos os lugares ele cooperava com a sua Bíblia e o seu violino, sempre fervente e zeloso e cheio do poder de Deus. Em horas livres ele escrevia e traduzia hinos e  muitos destes hinos são cantados hoje no Brasil".
(O Diário do Pioneiro, p.125, CPAD)

Dedicou toda sua vida a obra de Deus e inspirou centenas de servos de Deus nesse imenso Brasil, terminou a sua carreira e guardou a fé, mas o fruto de seu trabalho todos nós ainda desfrutamos e nele estamos empenhados através das Assembleias de Deus - Ministério de Madureira.

Extraído do livro: O Grão de trigo que gerou as Assembleias de Deus - Pentecostalismo e História (4° EBOM) AD São Mateus, comentários: Pr. José Elias Croce

2 comentários:

  1. louvamos a DEUS por ter levantado um homem sério para ser um referencial para o povo de DEUS!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Glória a Deus! Que possamos aprender com a história deste homem, seguir o caminho de Jesus com simplicidade, nunca deixando o foco de lado "pregar o evangelho". Deus abençoe grandemente sua vida Presb. Cristiano Silva.

      Excluir